Você sabia que o estresse é essencial para nossa sobrevivência?

Postado em Apr 4, 2014 em Blog

Você sabia que o estresse é essencial para nossa sobrevivência?

Muito se fala sobre o estresse hoje em dia, não é mesmo?! Ele, aos poucos, se tornou um dos maiores vilões deste século, e uma das formas mais comuns de se adoecer. Mas você sabia que, assim como a ansiedade, o estresse é absolutamente essencial para nossa sobrevivência? Ainda que seja desconhecido por algumas pessoas, saiba que também os animais podem passar por diferentes níveis de estresse ao longo da vida sem apresentarem nenhum sofrimento. Isso parece estranho?! Vamos explicar!
 
Acontece que o estresse está diretamente ligado ao que chamamos de “estado de alerta” do nosso organismo. Esse estado faz com que nossos batimentos cardíacos aumentem, nossa respiração fique acelerada, o que nos põe em estado total de tensão. Assim, o estresse não é um mal como muitos pensam, é apenas uma defesa do organismo contra agressões, perigos e adversidades do dia a dia, sem a qual não teríamos sobrevivido até os dias de hoje.
 

Se voltarmos no tempo, aos primórdios da história humana, veremos que a espécie vivia exclusivamente da caça e em permanente estado de alarme. É possível entender como tudo que foi vivido contribuiu com o processo evolutivo. A postura em pé, por exemplo, reconfigurou nosso fluxo interno em relação a outras espécies, exigindo uma adaptação muito grande do nosso sistema fisiológico, principalmente da circulação sanguínea entre o coração e o cérebro. Assim, esse processo mudou a caracterização de estresse fisiológico através de uma mudança gravitacional (chamado mesmo de estresse gravitacional), que se mostrou imensamente favorável ao desenvolvimento da nossa civilização.

 

EletrocardiogramaA grande questão é a forma subjetiva com que cada um aprende a lidar com essa condição, que muitas vezes produz emoções desproporcionais e comportamentos limitantes. Nós demoramos a entender, mas a verdade é que, apesar do desgaste provocado pelos altos e baixo que experimentamos, com o passar do tempo, sabemos que a superação das dificuldades é justamente aquilo que nos fortalece e nos possibilita o aprendizado, não é?! Numa analogia ao gráfico de um eletrocardiograma, a vida nos ensina que a evolução não é uma linha reta e que, dentre tantas coisas, nosso amadurecimento se faz a partir das experiências boas e ruins que reunimos em nossa bagagem.
 

Você, com certeza, conhece pessoas que tem mais facilidade que outras para encontrar seu equilíbrio. Na psicologia, chamamos de resiliência psicológica a capacidade do indivíduo se reestabelecer facilmente ou se adaptar às mudanças. A maneira como cada um reage aos acontecimentos é que vai caracterizar sua resiliência, podendo variar de um sujeito para o outro. Isso significa que é a interpretação pessoal dos fatos que influencia o nível de estresse de uma pessoa ao longo da vida. E, claro, podemos mudar isso!
 

felicidadeTodos tem a oportunidade de criar condições para transformar sua vida para melhor. Basta começar a ver qualquer mudança mais como oportunidade do que como ameaça. Para isso, é necessário que se faça escolhas, responsabilizando-se por elas, em vez de culpar o resto do mundo. Nunca é demais lembrar que cada um é responsável por seu próprio bem estar e, na medida em que consegue estar em paz consigo mesmo, dificilmente entrará em conflito com alguém. Isso propiciará atitudes positivas em favor de si próprio. Vamos aplicar isso em nossas vidas? :)
 
Cláudia Oliveira e Mauro Paiva

Comente com seu Facebook